Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Mauro Kwitko: O que acontece durante nosso sono?

Geralmente, o que ocorre durante o sono é, tradicionalmente, considerado como afloramentos do nosso Inconsciente, desejos não realizados, simbolismos de frustrações, agressividade reprimida, sexualidade distorcida, etc. Mas não é bem assim... Durante nosso sono podem acontecer muitas coisas, vejamos algumas delas:

a) Afloramento do conteúdo inconsciente
- É o que é considerado tradicionalmente.

b) Projeção astral
- Como nós não somos nosso corpo físico, e, sim, estamos nele, somos uma Consciência. Quando o corpo dorme, nós podemos sair dele e ir para o Corpo Astral. E aí, iremos vivenciar realidades astrais, entrar num mundo invisível, onde existem pessoas, cidades, natureza, de uma freqüência tão sutil que escapa aos nossos sentidos corpóreos durante o estado de vigília. Mas, cuidado, pois de acordo com a nossa freqüência, iremos para onde somos compatíveis, pois no Plano Astral é como aqui no nosso, existem lugares freqüentados por pessoas boas, sérias, lugares freqüentados por marg…

Mauro Kwitko: Por que nossa evolução tem de ser feita no Astral inferior e não no Plano Astral superior?

Viemos do Plano Astral Superior para um Plano mais denso e imperfeito (Astral Inferior), para que, na interação com as dificuldades inerentes a este nível evolutivo, as nossas imperfeições venham à tona e tenhamos então a possibilidade de lidar com elas, visando a sua melhoria ou eliminação. Isso não pode ocorrer quando estamos desencarnados no Astral superior, pela elevada consciência vigente lá que faz com que não existam os testes e as provas comuns aqui. Lá em cima, pela elevada freqüência vibratória do local, são ativados nossos chakras superiores e manifestamos nossas superioridades; aqui, pela baixa freqüência vigente, ativam-se nossos chakras inferiores e manifestam-se nossas inferioridades; por isso voltamos para cá: para encontrarmos nossas inferioridades, que lá ocultam-se. Mas quando as encontramos, culpamos os pais, a família, a vida, os outros, a sociedade...

Viemos buscar os resgates e harmonizações com antigos companheiros de viagem, que geralmente vêm na nossa família…

Mauro Kwitko: Uma proposta de expansão para a Psicologia e a Psiquiatria

A Psicoterapia Reencarnacionista é a Reencarnação no consultório psicoterápico, a Terapia da Reforma Íntima. É um tratamento de alguns meses, com consultas de 1 hora de duração intercaladas com sessões de regressão de 2 horas. Ela tem a finalidade de trazer à Psicologia e à Psiquiatria uma possibilidade de expansão nunca antes imaginada. A Reencarnação é agregada aos conceitos psicológicos e psiquiátricos, criando uma nova maneira de encarar os conflitos de todos nós e as doenças mentais. Com a Reencarnação, a infância deixa de ser considerada o início da vida e passa a ser vista como a continuação de nossa vida eterna; a nossa família não é mais um conjunto de pessoas que se uniram ao acaso por laços afetivos e, sim, um agrupamento de Espíritos unidos por laços kármicos; as situações que vamos encontrando no decorrer da vida não são aleatórias e, sim, reflexos, conseqüências, decorrências de nossos atos passados, necessidades para nosso projeto evolutivo espiritual.

A Psicologia atual…

Mauro Kwitko: Como lidar com a frustração

A maior parte das pessoas que conheço, incluindo a mim, têm muitas frustrações. Nas conversas no consultório, nas aulas, nas palestras, com os amigos, depois que começamos a tirar as nossas máscaras, surgem as frustrações. Lembro direitinho de como eu quase estraguei essa encarnação com as decepções da minha infância, da vida que levava na época, e achava que não tinha saída, que aquilo era a coisa mais importante da minha vida, que não tinha sido como eu queria que tivesse sido e não via solução, não tinha jeito mesmo. E me magoava, sentia raiva, me fechava, meus pensamentos giravam em torno daquilo, era como se eu fosse prisioneiro da frustração. E era mesmo...

Fiz algumas coisas erradas, como todo mundo faz, a maior parte delas devido a esse sentimento. E agora, neste momento, em que estou escrevendo um livro sobre o uso de cigarro, bebida alcoólica, maconha, cocaína, crack e outras coisas, fico pensando em quantas pessoas utilizam essas substâncias prejudiciais devido a uma frustra…

Mauro Kwitko: A doença da humanidade

Muito se tem falado hoje em dia sobre a origem real das doenças físicas, ou melhor dito, as manifestações patológicas que surgem em nosso corpo físico. Alguns médicos da Medicina tradicional ainda relutam em aceitar e integrar ao seu cotidiano novas maneiras de avaliar a doença, movidos por um receio difícil de entender. Teimosamente, preferem deixar isso completamente de lado, ou a cargo dos psicólogos e psiquiatras. Mas outros já estão se abrindo para a Medicina do futuro e estendendo seus raciocínios para a integração Espírito-Mente-Corpo, a união das várias maneiras de ajudar um doente.

Mas, embora mesmo entre os leigos, já se acredite na gênese ou, pelo menos, na grande influência do nosso jeito de ser em nossas doenças físicas, poucas pessoas entendem como isso acontece. E os raciocínios simplistas são de que o nervosismo tem relação com a gastrite, os problemas afetivos com o infarto do miocárdio, etc.

Os nossos pensamentos e sentimentos, as nossas características de personalidad…